O Brasil atingiu a marca de mais de 50 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina Covid-19. O número representa cerca de 32% dos 160 milhões de brasileiros com perfil vacinável previsto no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO), do Ministério da Saúde.

Entre os vacinados com a primeira dose, 23,5 milhões já receberam a segunda dose do imunizante, isto é, 14,7% da população vacinável no Brasil. Ao todo, o Brasil tem mais de 74,5 milhões de doses aplicadas.

“O meu compromisso como ministro da Saúde é garantir que as vacinas cheguem para a população. O nosso objetivo é vacinar todo o público-alvo do PNO até o final do ano. É para isso que temos trabalhado todos os dias”, afirma o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Os dados estão no painel de vacinação do Localiza SUS, plataforma do Ministério da Saúde que apresenta as informações sobre vacinação no Brasil.

DOSES DISTRIBUÍDAS

O Brasil atingiu a marca de mais de 105 milhões de doses de vacina Covid-19 distribuídas para estados e Distrito Federal desde janeiro. Nesta semana, mais de 2,3 milhões de doses da vacina Pfizer/BioNTech devem chegar ao país. Além disso, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deve entregar 4 milhões de doses da Astrazeneca/Oxford ao Programa Nacional de Imunizações (PNI).

MAIS VACINAS

A previsão é de que, em junho, o Ministério da Saúde receba dos laboratórios aproximadamente 40 milhões de doses de vacinas Covid-19. Até agora, maio foi o mês com a maior distribuição desde o início da campanha nacional, com o envio de mais de 33 milhões de doses de imunizantes para todo o País.

O Governo Federal investiu R$ 29,9 bilhões para a compra de vacinas Covid-19. Mais de 600 milhões de doses estão encomendadas para serem entregues até o fim do ano, após acordos fechados com diferentes laboratórios.

CAMPANHA

Com o lema “O cuidado é de cada um, o benefício é para todos”, no início de maio, o Ministério da Saúde lançou campanha sobre a importância da vacina e de medidas preventivas no combate à pandemia de Covid-19. A campanha apresentou a esposa do personagem, Maria Gotinha, o filho, Zé Gotinha Júnior, e os avós, Dona Gotinha e Seu Gotinha, para mostrar a importância da vacinação e da segunda dose para os brasileiros.

AGÊNCIA SAÚDE